A Escolha do Calçado Pode Evitar Quedas de Idosos

Zelar pelo bem-estar dos idosos é prezar pela sua segurança. Tudo o que for possível para prevenir quedas de idosos deve ser levado em consideração. Além das adaptações na casa, a escolha do calçado pode evitar quedas de idosos. Alguns acidentes sofridos pelos idosos poderiam ser evitados se eles estivessem usando um sapato adequado para sua idade.

O sapato para idoso precisa ser confortável e adaptado de acordo com peso e tamanho dos pés, permitindo que ele se mova com facilidade. Outros aspectos a considerar na hora de escolher os sapatos para idosos é estabilidade na parte traseira e um bom amortecimento, para evitar o desequilíbrio causando possíveis quedas ou lesões nas articulações. Um sapato apertado e instável pode dificultar o caminhar e causar acidentes.

Para evitar acidentes, os idosos não devem usar sapatos com mais de dois centímetros de altura. É importante também que a parte traseira do sapato seja um pouco mais alta que a frente. Devem ter um solado aderente ao chão, para evitar escorregões. Para esses casos, os calçados emborrachados são indicados, pois aderem melhor ao solo e são muito confortáveis.

Os sapatos dos idosos devem ficar bem presos e fechados, para evitar que se soltem, causando tropeções. Sapatos ou sandálias com fecho de velcro, ajustáveis ao tamanho dos pés, são mais fácies de colocar e garantem a segurança do idoso. Além disso, existem diversos modelos com cores e formatos para todas as ocasiões.

Os tênis também são um ótimo tipo de calçado que podem ser utilizados pelos idosos. Por serem feitos de tecido, terem amortecimento e estabilidade, garantem mais conforto. E a sola emborrachada que se adere ao solo diminui os riscos de quedas e escorregões.

Chinelos não devem ser proibidos para os idosos, contanto que prevaleça o bom-senso. Apesar de confortáveis, os chinelos não oferecem muita segurança. No caso de idosos com a musculatura mais frágil, pode haver mais facilidade de sofrer quedas.

A escolha do calçado do idoso também deve ser feita de acordo com sua condição física. Idosos que sofrem de problemas circulatórios precisam escolher um sapato leve, flexível e que fique um pouco folgado. Existem sapatos ortopédicos para idosos feitos especialmente para quem esteja nessa condição. Unha encravada, calos e joanetes também são problemas que atingem os idosos, e nesses casos, é recomendável o uso de calçados especiais, para evitar atritos, feridas e aparecimento de novos calos.

O ideal era levar o idoso para experimentar seu calçado na realização da compra.