Cuidados com o Idoso

Quando uma pessoa querida atinge certo ponto da terceira idade, é comum que a família preocupe-se com o local ideal onde o idoso terá cuidados constantes.

Cuidar de um idoso é, antes de tudo, conhecer suas vontades e necessidades. Caso optem por um asilo ou casa de repouso, antes de mais nada, pergunte a ele o que pensa sobre essa possibilidade.

Se a opção for aceita pelo idoso, o primeiro passo é escolher a clínica de geriatria. É preciso considerar fatores muito importantes como ambiente, condições oferecidas, preço e proximidade com o local de morada da família. Cada idoso possui condições físicas que requerem tratamentos especiais e cuidados de enfermagem específicos, de acordo com suas necessidades individuais. É importante verificar se a casa de repouso escolhida oferece as condições adequadas para cada caso.

Uma vez instalado no lar de idoso, é necessário que exista uma boa integração social entre a família, a equipe de cuidadores e o idoso. Visitas freqüentes, passeios ou fins de semana em família são muito indicados.

No caso do idoso preferir continuar a viver no seu próprio lar, os cuidados gerais podem demandar ajuda externa, por mais que ele seja independente. Para considerar essa opção, é preciso avaliar o grau de dependência em que ele se encontra, para executar atividades como:

– Higiene pessoal;
– Prover suas refeições;
– Ir às compras;
– Efetuar a limpeza da casa;
– Visitar os médicos;
– Idas aos correios e pagamento de contas.

Fazer certos investimentos, de modo a se evitar acidentes, adotando as seguintes medidas de segurança:

– Iluminação adequada, principalmente para a noite;
– Disposição dos móveis que assegure fácil mobilidade;
– Adapte o banheiro com barras de apoio e evite tapetes escorregadios;
– Deixe números de emergência da família, vizinhos e amigos em local bem próximo ao telefone e facilmente visíveis;
– Facilidade de acesso dos objetos de uso constante, para evitar que o idoso suba em cadeiras ou bancos, correndo o risco de possíveis quedas.

Acompanhar e cuidar da saúde de um idoso é fundamental. Assegure-se que tenha uma nutrição alimentar saudável e equilibrada, que pratique algum tipo de exercício físico, que beba muita água e que não deixe de tomar seus medicamentos diários. Sempre que possível, um familiar deve acompanhar o idoso ao médico, assim como ter cópias do seu histórico de saúde, exames e medicamentos geriátricos e sempre avaliar se as condições de saúde ainda permitem que o idoso consiga viver sem companhia constante.

Não esqueça da vida social do idoso. É muito importante que a família o motive a sair de casa, nem que seja para encontrar amigos ou parentes para um café, praticar pequenas caminhadas ou até mesmo inscrever-se em centros de convívio para idosos. E por fim, o mais importante é que a família esteja presente fisicamente na vida do idoso. Um pouco de carinho e uma boa conversa são os melhores presentes que um idoso pode receber. Mantenha o idoso sempre a par das notícias do seu círculo pessoal e do mundo, para que não se sintam esquecidos. Com sua longa história de vida, certamente ele sempre terá experiências para contar.

cristina

Cristina Aguiar

Cristina Aguiar é publicitária, geminiana e chocólatra. Graduada pela Faculdade Integrada Cantareira, atua como designer gráfica na Gráfica Riomar. Escreve em blogs e sites. Interessa-se por artes e pelo SER humano.